Parlamento canadiano aprova lei que declara junho ‘Mês do Património Português’


 

Lusa/AO Online   Internacional   9 de Nov de 2017, 07:48

O Parlamento Federal do Canadá aprovou por unanimidade esta quarta-feira uma lei que declara junho como o "Mês do Património Português”.

"A Câmara dos Comuns votou por unanimidade a aprovação da Lei M126, reconhecendo junho como o Mês do Património Português, e o 10 de junho, como o Dia de Portugal no Canadá", escreveu Julie Dzerowicz na sua página da rede social Facebook.

A deputada federal liberal eleita por Davenport, em Toronto, o distrito eleitoral onde residem mais portugueses e lusodescendentes no Canadá, foi quem subscreveu a lei.

"Estou incrivelmente orgulhosa que a minha primeira lei seja dedicada ao contributo dos portugueses no Canadá, e também estou entusiasmada para comemorar a cultura e festejar as tradições portuguesas em junho ao longo do país", acrescentou Julie Dzerowicz.

A deputada que em setembro percorreu durante um mês Portugal continental de norte a sul e os Açores, mostrou-se ainda muito "grata à comunidade portuguesa da Davenport e nas várias regiões do Canadá pela sua inspiração e apoio".

Na publicação nas redes sociais, a deputada aparece numa foto, juntamente com a ministra federal do Património, Mélanie Joly, cada uma com uma bandeira de Portugal na mão.

Oficialmente, há 429 mil portugueses e lusodescendentes no Canadá, mas calcula-se que existam cerca de 550 mil, estando a grande maioria localizada na província de Ontário. Estima-se que entre 60 a 70% sejam de origem açoriana.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.