Município da Praia da Vitória aprova orçamento de 15,4 ME para 2018

Município da Praia da Vitória aprova orçamento de 15,4 ME para 2018

 

Lusa/AO Online   Regional   6 de Dez de 2017, 06:17

O orçamento da Câmara Municipal da Praia da Vitória para 2018 foi aprovado pela maioria socialista, com os votos contra do PSD, em reunião camarária, com um montante de cerca de 15,4 milhões de euros.


O documento, aprovado na segunda-feira, ainda terá de ser votado em assembleia municipal, onde o PS tem maioria, e apresenta um valor sensivelmente igual ao executado em 2017 (15 milhões de euros). O orçamento previsto para este ano foi de 18 milhões de euros.

Segundo o presidente do município, localizado na ilha Terceira, nos Açores, Tibério Dinis, as áreas prioritárias para 2018 são a solidariedade social (784.654 euros), o turismo (562.575 euros) e a economia (484.304 euros).

"Uma das nossas prioridades é a aposta na vertente social, através da manutenção e reforço dos projetos existentes, tais como ‘Reabilitação na Comunidade' e ‘Abraçar e Envolver os Jovens da Praia da Vitória'. Pretendemos também continuar a valorizar a componente educacional, com a atribuição de bolsas de estudo, através do aumento em 10% do valor atribuído", adiantou, citado numa nota de imprensa enviada hoje.

O município pretende ainda "apoiar a criação de empresas, promovendo a competitividade e a sustentabilidade do emprego", manter o investimento na incubadora de empresas Praia Links e criar um parque empresarial na vila das Lajes.

Tibério Dinis destacou ainda medidas para aumentar o fluxo turístico no concelho, como o projeto Life CWR, que visa requalificação e conservação de zonas húmidas e prevê dinamizar a observação de aves, e a candidatura ao Plano Integrado de Regeneração Urbana Sustentável, que visa a melhoria das acessibilidades e a recuperação do património edificado.

Segundo fonte oficial da Câmara Municipal da Praia da Vitória, o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) mantém-se em 2018 no valor mais baixo permitido por lei (0,3%), com reduções para famílias numerosas, não estando previstos outros aumentos de impostos diretos ou indiretos.

Tibério Dinis assume, pela primeira vez, o cargo de presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória, onde nos últimos quatro anos foi vereador do PS. O anterior autarca não se podia recandidatar por limitação de mandatos.

O PS tem maioria absoluta na câmara municipal com cinco mandatos, enquanto o PSD tem apenas dois.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.