Bruno de Carvalho admite impugnar Assembleia Geral de destituição no Sporting

Bruno de Carvalho admite impugnar Assembleia Geral de destituição no Sporting

 

Lusa/AO online   Futebol   25 de Mai de 2018, 09:42

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, admitiu esta quinta-feira que a Assembleia Geral de destituição de 23 de junho possa não se realizar por conter muitas irregularidades, em declarações aos jornalistas no Estádio José Alvalade.

Em declarações após a reunião de hoje entre o Conselho Diretivo e os demissionários Mesa da Assembleia Geral e Conselho Fiscal e Disciplinar, Bruno de Carvalho disse que a Assembleia Geral de destituição de 23 de junho "está ferida de uma série de irregularidades" e que achava "pouco provável" que esta venha a acontecer, depois de questionado se admitia impugnar esta.

O presidente demissionário da Mesa da Assembleia Geral do Sporting, Jaime Marta Soares, disse hoje que ficou agendada uma Assembleia Geral de destituição dos órgãos sociais do clube para 23 de junho.

Após uma reunião entre os órgãos demissionários, Mesa da Assembleia Geral e Conselho Fiscal, com o Conselho Diretivo, que durou cerca de três horas, ficou decidido marcar uma Assembleia Geral para destituição dos órgãos sociais do clube para 23 de junho próximo.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.