Conselho de Disciplina admite recurso do União sobre derrota com Santa Clara

Conselho de Disciplina admite recurso do União sobre derrota com Santa Clara

 

LUSA/AO online   Futebol   20 de Jun de 2018, 00:38

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) admitiu hoje o recurso do União da Madeira sobre a derrota com o Santa Clara, suspendendo a decisão de multar os açorianos, promovidos à I Liga

De acordo com o despacho do CD, a formação madeirense, despromovida ao Campeonato de Portugal, apresentou recurso para o pleno deste órgão social da FPF, apelando à “alteração da qualificação jurídica” da infração cometida pelo Santa Clara, de utilização irregular de jogadores sub-23, que foi punida com uma multa de 6.210 euros.

Atendendo a este recurso e perante este cenário, o CD suspendeu a decisão, por “estar abstratamente em causa, no recurso, uma eventual aplicação de derrota e de subtração de pontos a fixar entre o mínimo de dois e o máximo de cinco pontos”.

O recurso prende-se com o jogo da 25.ª jornada da II Liga, que o Santa Clara venceu no terreno do União da Madeira, por 1-0, e que, de acordo com o CD, “em caso de provimento do recurso pode resultar a atribuição de três pontos à recorrente o que, em todo o rigor, a colocaria fora da zona de despromoção”.

O Santa Clara assegurou a promoção à I Liga, com o segundo lugar no segundo escalão, com 66 pontos, mais dois do que o Académico de Viseu, terceiro classificado, enquanto o União da Madeira ‘caiu’ para o Campeonato de Portugal ao terminar o campeonato no 17.º posto, com os mesmos 44 do Sporting de Braga B.

O emblema madeirense participou do clube promovido desportivamente, alegando que o Santa Clara não inscreveu, pelo menos, dois sub-23 nos jogos com Gil Vicente, Varzim e União da Madeira.

Além disso, contestou ainda a inscrição por parte dos açorianos de um jogador a mais na ficha técnica na visita à Madeira e de não ter, desde fevereiro último, pelo menos, cinco sub-23 no plantel.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.