Legionella

Sobe para cinco número de mortos no surto do São Francisco Xavier


 

Lusa/AO Online   Nacional   13 de Nov de 2017, 09:46

O número de mortos por 'legionella' no surto do Hospital São Francisco Xavier, em Lisboa, subiu para cinco, anunciou hoje a Direção-geral da Saúde (DGS).

A vítima mais recente é uma mulher de 76 anos que esteve internada no Hospital São Francisco Xavier, adianta em comunicado a DGS, que lamenta o falecimento ocorrido no âmbito do surto de doença dos legionários relacionado com aquele hospital.

“No âmbito deste surto, e até ao momento, registaram-se cinco óbitos”, refere o comunicado assinado pela diretora-geral da Saúde, Graça Freitas.

A Direção-Geral da Saúde sublinha que “as indicações epidemiológicas apontam para um abrandamento e resolução do surto”.

Até ao momento, nove doentes tiveram já alta clínica, informa ainda a DGS.

Os últimos dados da DGS apontam para 46 casos confirmados de doença dos legionários desde 31 de outubro, 27 (59%) do sexo feminino, 33 (72%) com idade igual ou superior a 70 anos.

A ‘legionella’ é uma bactéria responsável pela doença dos legionários, uma forma de pneumonia grave que se inicia habitualmente com tosse seca, febre, arrepios, dor de cabeça, dores musculares e dificuldade respiratória, podendo também surgir dor abdominal e diarreia. A incubação da doença tem um período de cinco a seis dias depois da infeção, podendo ir até 10 dias.

A infeção pode ser contraída por via aérea (respiratória), através da inalação de gotículas de água ou por aspiração de água contaminada. Apesar de grave, a infeção tem tratamento efetivo.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.