Taxa de desemprego nos Açores diminui para 8,2 %

Taxa de desemprego nos Açores diminui para 8,2 %

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   8 de Ago de 2018, 10:41

A taxa de desemprego nos Açores no 2º trimestre de 2018 foi de 8,2%, um valor inferior em 1,8 pontos percentuais ao do trimestre homólogo.

De acordo com dados divulgados esta terça-feira, pelo Serviço Regional de Estatística, esta diminuição está em linha com as observadas desde o 3º trimestre de 2014, há 16 trimestres. Relativamente ao trimestre anterior verifica-se, também, uma diminuição de 0,7 p.p.

Em termos nacionais, a taxa de desemprego desceu para 6,7% no segundo trimestre, atingindo o valor mais baixo da série iniciada no primeiro trimestre de 2011. Este valor é inferior em 1,2 pontos percentuais ao do trimestre anterior e em 2,1 pontos percentuais do trimestre homólogo de 2017.

As taxas de desemprego das regiões do país são as seguintes: Norte com 7,2%; Centro com 5,3%; Lisboa com 7,2%; Alentejo com 6,9%; Algarve com 5,3% e Madeira com 8,3%.


Cerca de 10.022 pessoas desempregadas
No que diz respeito à população desempregada nos Açores no 2º trimestre de 2018, as estatísticas apontam para 10.022 indivíduos, menos 2.193 desempregados que no trimestre homólogo (-18,0%) e 909 (-8,3%) na comparação com o trimestre anterior. É o valor estimado da população desempregada mais baixo da actual série do Inquérito ao Emprego, desde o 1º trimestre de 2011, referem os dados.


A população empregada no 2º trimestre na Região é estimada em 112.156 trabalhadores, (o segundo maior valor, só superado pelo do 3º trimestre de 2017, da actual série do Inquérito ao Emprego) reflectindo um aumento de 2,4% relativamente ao trimestre homólogo e de 0,6% em relação ao trimestre anterior.


A taxa de emprego (15-64 anos) é de 64,2% neste trimestre, com aumentos de 2,2 p.p. relativamente ao trimestre homólogo e de 0,4 p.p. relativamente ao trimestre anterior.


Actividade Económica
Analisando por sectores de actividade verifica-se que, no sector primário, o emprego cresce quer relativamente ao trimestre homólogo (+4,6%), quer comparativamente com o trimestre anterior (+1,0%). O mesmo acontece no sector dos Serviços, onde o emprego cresce 3,6% em termos homólogos e 1,0% em termos trimestrais. Pelo contrário, no sector secundário, o emprego apresenta decréscimos nas duas comparações (-4,9% homóloga e -1,4% trimestral).


Do total de pessoas que, no 1º trimestre de 2018, se encontravam desempregadas, 50,5% saíram dessa situação no 2º trimestre de 2018, sendo que 28,4% se tornaram empregadas/os e 22,1% transitaram para a inactividade.


No 1º trimestre de 2018, do total de pessoas consideradas empregadas, 96,2% mantiveram essa situação no 2º trimestre de 2018. Assim 3,8% deixaram de manter o emprego, tendo 3,2% saído para a inactividade e 0,6% para o desemprego.


Do total de pessoas com 15 e mais anos que, no 1º trimestre de 2018, eram consideradas inactivas, 2,6% transitaram para o emprego e 2,3% transitaram para o desemprego, no 2º trimestre de 2018.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.