PJ detém homem suspeito de tentativa de homicídio em Ponta Delgada

PJ detém homem suspeito de tentativa de homicídio em Ponta Delgada

 

Susete Rodrigues/AO Online   Regional   18 de Jul de 2018, 15:12

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada, deteve um homem, no concelho de Ponta Delgada, por alegada tentativa de homicídio de duas pessoas supostamente com uma arma branca, de que foram vitimas dois homens de 25 anos de idade.

De acordo com comunicado, os factos ocorrem na madrugada do passado dia 1 de julho e são suscetíveis de configurar a prática dos crimes de homicídio na forma tentada e de ofensas à integridade física.

Na sequência da investigação de imediato desencadeada pela Polícia Judiciária, foi possível apurar que os factos criminosos ocorreram sucessivamente, na sequência de um desentendimento e confronto físico com as vítimas, na via pública, após a saída de um estabelecimento de diversão noturna.

O elevado número e a gravidade das lesões provocadas numa das vítimas, eram idóneas a causar-lhe a morte, o que só não aconteceu, pelo facto de ter sido prontamente assistido e transportado ao hospital, onde ficou internado.

Após estes factos e com motivação conexa, o presumível autor veio ainda a esfaquear um amigo da primeira vítima, pese embora de forma menos grave.

As diligências efetuadas permitiram a identificação e localização do suspeito, que veio a ser detido, bem como localizada e apreendida a arma utilizada, que era dissimulada sob a forma de outro objeto.

Foi ainda identificado e constituído arguido outro homem, de 23 anos de idade, interveniente nos factos.

O detido, com 23 anos de idade, técnico de informática, foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida coativa de prisão domiciliária, tendo porém recolhido ao Estabelecimento Prisional, até melhor apuro das condições técnicas para o efeito.






Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.