Trabalhadores das IPSS dos Açores filiados no sindicato com aumentos salariais

Trabalhadores das IPSS dos Açores filiados no sindicato com aumentos salariais

 

Lusa/AO Online   Regional   12 de Jun de 2018, 07:49

Funcionários das Instituições Particulares de Solidariedade (IPSS) dos Açores filiados no Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública e de Entidades com Fins Públicos (SINTAP) têm a partir de terça-feira aumentos salariais de 1%, anunciou hoje a estrutura sindical.

Numa nota enviada às redações, o sindicato explica que "foi publicada hoje no Jornal Oficial da Região Autónoma dos Açores a Convenção Coletiva de Trabalho celebrada entre o SINTAP e a União das IPSS dos Açores, que consagra a primeira atualização salarial daqueles trabalhadores filiados, ou que venham a filiar-se, no SINTAP desde 2009".

“Com a entrada em vigor desta Convenção, os trabalhadores em apreço verão os seus vencimentos aumentados em 1% já em 2018”, adianta o sindicato, que, embora reconheça ser uma percentagem "ainda diminuta quando comparada com aquilo que foi a perda do poder de compra dos salários destes trabalhadores ao longo de quase esta última década", demonstra "uma nova e importante postura e empenhamento da União das IPSS".

O SINTAP sublinha ainda a postura da União das IPSS para "o desenvolvimento de um processo negocial nos próximos anos que permita a atualização continuada e o aumento do poder de compra dos salários".

"Para evitar desigualdades de tratamento e iniquidades neste campo, o SINTAP torna público que já solicitou a intervenção da Direção de Serviços do Trabalho no sentido de avançar com a publicação de uma portaria de extensão, que permita aplicar este acordo aos associados do SINTAP que trabalham nas Misericórdias, Cooperativas Particulares de Solidariedade Social e Casas do Povo da Região Autónoma dos Açores", refere ainda.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.