Taxa de emprego aumenta 1,6% na zona euro e UE em 2017

Taxa de emprego aumenta 1,6% na zona euro e UE em 2017

 

Lusa/AO online   Economia   14 de Mar de 2018, 14:08

A taxa de emprego aumentou 1,6% quer na zona euro, quer na União Europeia (UE), no acumulado de 2017, acima da subida registada no ano anterior, de, respetivamente, 1,3% e 1,2%, segundo o Eurostat.

Os dados relativos ao quarto trimestre de 2017 mostram que o número de pessoas empregadas cresceu, na zona euro, 1,6%, e na UE 1,5%, face ao período homólogo, com Portugal a crescer acima da média (3,2%).

Já na comparação com o terceiro trimestre, entre outubro e novembro o emprego aumentou 0,3% na zona euro e 0,2% no conjunto dos 28 Estados-membros.

De acordo com o gabinete de estatísticas da UE, Malta (6,1%), Estónia (5,7%) e Croácia (3,8%) registaram as maiores subidas homólogas no emprego, com apenas uma quebra a assinalar, na Lituânia (-0,5%).

Face ao trimestre anterior, Malta (1,8%), Estónia (1,6%) e Finlândia (1,2%) tiveram as maiores subidas na taxa de emprego e a Itália, a Polónia (-0,3% cada), a Grécia e a Lituânia (-0,1% cada) viram o indicador recuar.

Em Portugal, no quarto trimestre de 2017, o emprego subiu 3,2% em termos homólogos e 0,7% face ao período entre julho e setembro.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.