Sporting garante apuramento, Aves e Caldas fazem história

Sporting garante apuramento, Aves e Caldas fazem história

 

Lusa/AO online   Futebol   11 de Jan de 2018, 09:13

O Sporting apurou-se ontem para as meias-finais da Taça de Portugal em futebol, ao vencer o Cova da Piedade, da II Liga, por 2-1, enquanto o Desportivo das Aves e o Caldas, do terceiro escalão, garantiram passagens históricas.

Em Vila do Conde, os avenses, da I Liga e que nunca tinham alcançado as ‘meias’ da competição, alcançaram o apuramento ao bater o Rio Ave, por 5-4, no desempate por grandes penalidades, após um 4-4 no prolongamento, enquanto o Caldas deixou pelo caminho o Farense, também do Campeonato de Portugal, com um triunfo por 3-2 após prolongamento.

Em Setúbal, casa emprestada do Cova da Piedade, a formação da II Liga assustou o Sporting na primeira parte, ao acertar por duas vezes nos postes, e obrigou Jorge Jesus a ter que lançar Bruno Fernandes e Bas Dost no arranque do segundo tempo.

E foi mesmo Bruno Fernandes a abrir o marcador, aos 54 minutos, mas o Cova da Piedade respondeu por Cléo, que marcou de grande penalidade, aos 58.

Aos 78 minutos, Bas Dost resolveu a eliminatória e colocou o Sporting nas meias-finais da Taça da Portugal, em que já não estava há três temporadas.

Os ‘leões’ vão jogar o acesso à final com o vencedor do encontro entre o Moreirense e o FC Porto, que está agendado para quinta-feira e encerra os quartos de final.

Num jogo de ‘loucos’, o Desportivo das Aves garantiu as ‘meias’ frente ao Rio Ave, que esteve a vencer por dois golos de vantagem a poucos minutos do final da partida.

Marcelo (17 minutos), Tarantini (53) e João Novais (75) marcaram os golos dos vila-condenses, com Defendi (49), Amilton (89) e Arango (90) a empatarem para o Aves. No prolongamento, Arango (105) colocou os avenses em vantagem, mas Gelson Dala igualou (114).

Nos penáltis, Bruno Teles foi o único que falhou, permitindo a defesa do guarda-redes Adriano, e abriu as portas da meias-finais ao Aves, que vai defrontar o Caldas.

No primeiro jogo do dia, o Caldas apurou-se também pela primeira vez para as meias-finais, ao vencer em casa o Farense, com Pedro Emanuel a marcar o golo decisivo, aos 115 minutos.

Num encontro entre duas equipas do Campeonato de Portugal, Livramento (47 e 60 minutos) colocou duas vezes os algarvios em vantagem, mas Januário (55) e Pedro Emanuel (69) levaram a decisão para o prolongamento.

O Caldas é a primeira equipa do terceiro escalão nas meias-finais desde 2001/02, quando o Leixões atingiu a final.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.