Serviço de fisioterapia chega ao Corvo no início de 2018

Serviço de fisioterapia chega ao Corvo no início de 2018

 

Lusa/AO online   Regional   9 de Nov de 2017, 11:48

O secretário regional da Saúde dos Açores, Rui Luís, afirmou hoje que o Corvo, a única ilha do arquipélago que não tem fisioterapia, vai dispor deste serviço no início do próximo ano.


Aos jornalistas, após visitar as obras de ampliação do centro de saúde do Corvo, no âmbito da visita que o executivo açoriano hoje termina à mais pequena e menos populosa ilha do arquipélago, Rui Luís adiantou que este investimento, de 40 mil euros, vai permitir ter uma nova sala para o serviço de fisioterapia.

“Em Conselho do Governo já aprovámos a aquisição do equipamento e a secretaria já tinha autorizado, também, o lançamento do concurso para o recrutamento de um fisioterapeuta”, explicou Rui Luís.

O governante salientou a importância do investimento, notando que o objetivo do executivo regional passa por “oferecer na ilha as condições que são necessárias para uma melhor saúde e uma melhor condição da vida da população”.

“A fisioterapia é fundamental nos dias de hoje, tendo em conta algumas patologias que existem e também com o envelhecimento da população”, adiantou, referindo que se espera que no início do primeiro trimestre de 2018 já esteja a funcionar.

Na ilha, com cerca de 450 habitantes, está também em curso a recuperação da habitação para o médico que presta serviço no Corvo, num investimento de 80 mil euros, que deverá estar pronta até ao final do ano.

“São os dois grandes investimentos que fizemos na área da saúde na ilha do Corvo”, precisou.

Sobre outras necessidades do centro de saúde, Rui Luís afirmou que, com a Saudaçor - Sociedade Gestora dos Recursos e Equipamentos de Saúde dos Açores, “foi feito já esse levantamento” e, aos poucos, têm vindo a ser repostos “os equipamentos que são necessários”.

“A questão do ar condicionado, depois desta obra, será a prioridade seguinte”, garantiu, ressalvando que têm sido feitas “constantemente reparações” no centro de saúde local.

O Governo dos Açores iniciou na quarta-feira a visita estatutária à ilha do Corvo, do grupo ocidental do arquipélago, como impõe o Estatuto Político-Administrativo da região, deslocação que termina hoje.

O estatuto determina que o executivo regional visite cada uma das ilhas do arquipélago pelo menos uma vez por ano e que o Conselho do Governo se reúna na ilha visitada.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.