Presidente alemão convocou Merkel e Schulz para abordar formação de um governo

Presidente alemão convocou Merkel e Schulz para abordar formação de um governo

 

Lusa/AO online   Internacional   24 de Nov de 2017, 11:29

O presidente da Alemanha convocou a chanceler e líder conservadora, Angela Merkel, o seu aliado bávaro, Horst Seehofer, e o líder social-democrata, Martin Schulz, para uma reunião na próxima semana para discutir a formação de um novo governo.


Em comunicado, o gabinete do presidente alemão, Frank-Walter Steinmeier, precisa que pediu aos líderes da União Democrata-Cristã (CDU), da União Social-Cristã (CSU) e do Partido Social-Democrata (SPD) que se reúnam para discutir a possibilidade de voltar a formar uma “grande coligação”, como a que governou o país nos últimos quatro anos.

Fontes da presidência citadas pela imprensa adiantaram que a reunião pode realizar-se na segunda ou na terça-feira.

Martin Schulz tem recusado repetidamente a possibilidade de repetir a coligação com os conservadores, mas a pressão nesse sentido acentuou-se depois do fracasso, no domingo, das conversações entre a CDU/CSU, o Partido Liberal (FDP) e os Verdes.

Steinmeier, também social-democrata, recebeu Schulz na quinta-feira, último dos encontros que manteve ao longo da semana com os líderes dos partidos em condições de fechar um acordo de coligação.

Após o encontro com o presidente, Schulz reuniu-se com a direção do SPD, reunião que se prolongou por quase oito horas e após a qual o secretário-geral do partido, Hubertus Heil, manifestou a disposição para dialogar e contribuir para resolver a crise política.

“O SPD não se furta a conversações”, disse Heil.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.