Governo dos Açores inicia na segunda-feira visita estatutária a São Jorge

Governo dos Açores inicia na segunda-feira visita estatutária a São Jorge

 

Lusa / AO online   Regional   27 de Mai de 2018, 12:22

O Governo dos Açores inicia na segunda-feira uma visita a São Jorge, lançando a primeira pedra das novas instalações do Museu Francisco Lacerda e assinando o protocolo para a eletrificação da Fajã da Caldeira do Santo Cristo.


De acordo com informações do executivo açoriano, a visita de três dias à ilha do grupo central do arquipélago inicia-se na manhã de segunda-feira com o presidente do executivo, Vasco Cordeiro, a presidir à cerimónia de assinatura do contrato da empreitada de reabilitação do troço da estrada regional entre o aeroporto e a Ribeira do Almeida, numa extensão de cerca de três quilómetros.

À tarde, Vasco Cordeiro preside à sessão de autorização de cerca de três dezenas de apoios à recuperação de habitação degradada, que abrangem todas as freguesias do concelho das Velas, terminando este primeiro dia com a realização da reunião do executivo com o Conselho de Ilha de São Jorge.

Na terça-feira de manhã, o chefe do executivo açoriano preside à cerimónia de lançamento da primeira pedra da empreitada de construção das novas instalações do Museu Francisco Lacerda, na antiga fábrica de conservas Marie d' Anjou, na Calheta, deslocando-se à tarde ao Topo para visitar o novo posto médico desta vila, recentemente reaberto, que "permitirá uma maior proximidade dos cuidados de saúde primários à população".

Segundo o programa divulgado pelo Governo Regional, o segundo dia da visita estatutária a São Jorge termina com a reunião do Conselho do Governo.

Na quarta-feira, de manhã, Vasco Cordeiro preside à assinatura de um protocolo entre o Governo Regional e a EDA (elétrica açoriana) para a eletrificação da Fajã da Caldeira do Santo Cristo, reserva natural e área ecológica especial, considerada um santuário do bodyboard e surf.

Aquela fajã é também o único local no arquipélago onde se desenvolvem amêijoas.

São Jorge tem mais de sete dezenas de fajãs, terrenos planos e férteis ao nível do mar que resultaram da acumulação de detritos na sequência de terramotos ou escoadas lávicas de erupções vulcânicas.

Em 19 de março de 2016, as fajãs foram classificadas como Reserva da Biosfera pela Unesco - Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura.

O programa desta visita estatutária inclui também um período em que os membros do Governo dos Açores estão disponíveis para receber os jorgenses, iniciativa que "visa reforçar a política de proximidade do executivo com os açorianos".

As inaugurações do sistema de abastecimento de água da Ribeira do Meio e do Reservatório dos Biscoitos, a apresentação do projeto de construção de uma ponte pedonal suspensa na Ribeira da Fajã dos Vimes e do novo Posto de Turismo de São Jorge, assim como a assinatura do contrato para as obras da segunda fase de beneficiação do Caminho Rural Longitudinal Norte, são outras iniciativas incluídas no programa da visita que inclui ainda, como habitualmente, visitas dos membros do Governo a investimentos em curso, além de reuniões com entidades de São Jorge.

A anterior visita estatutária do executivo foi à ilha do Pico.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.