Escola em Ponta Delgada vai manter-se encerrada com aulas em espaços alternativos

Escola em Ponta Delgada vai manter-se encerrada com aulas em espaços alternativos

 

Lusa/AO online   Regional   9 de Jan de 2018, 11:10

A Escola Básica do primeiro ciclo de São Pedro, nos Açores, vai manter-se encerrada até sexta-feira devido à presença de roedores e os alunos vão ter aulas a partir de quarta-feira em espaços alternativos.

“Na próxima sexta-feira será feita uma nova avaliação da situação para ver se há condições de reabrir o estabelecimento de ensino, mas até lá aquele edifício está encerrado”, afirmou, em declarações à agência Lusa, Adelaide Gomes, presidente do conselho executivo da Escola Básica Integrada Roberto Ivens, que gere o estabelecimento de ensino do primeiro ciclo e jardim de infância de São Pedro, na cidade de Ponta Delgada, em São Miguel.

A escola da Mãe de Deus está encerrada por determinação do delegado de saúde desde a semana passada devido a uma infestação de roedores.

Na altura, Eduardo Cunha Vaz disse que foi alertado para a situação da escola onde terão sido encontrados "dejetos de roedores" e foram registados "alguns estragos".

O delegado optou assim por encerrar a escola que acolhe cerca de 230 alunos, para proceder à "desratização" e garantir que esta "seja feita com eficácia".

De acordo com a presidente do conselho executivo da Roberto Ivens, a escola iria reabrir na segunda-feira, mas foi constatado que o estabelecimento de ensino "não reunia as condições de segurança exigidas", após uma vistoria.

“Ainda existiam vestígios da presença de ratos que não teriam consumido a quantidade necessária de veneno”, explicou Adelaide Gomes, acrescentado que foram "reforçadas as armadilhas e feitas algumas reparações no edifício para impedir a entrada de ratos".

O conselho executivo esteve reunido com a comissão de pais, a associação de pais de São Pedro, com representantes de pais de cada turma e ainda com elementos da autarquia, tendo a escola apresentado uma proposta para o realojamento dos alunos nos próximos dias.

Adelaide Gomes sublinhou que "a solução encontrada é a que prejudica menos os alunos", indicando que as aulas são retomadas quarta-feira num edifício perto da Mãe de Deus que pertence aos escuteiros, no caso do pré-escolar, enquanto as restantes turmas do primeiro ciclo vão deslocar-se para a escola de São Roque, nas Maricas, que pertence à Roberto Ivens.

A responsável adiantou ainda ter sido comunicado por um vereador da Câmara Municipal de Ponta Delgada que as obras para remodelar a escola de São Pedro, um estabelecimento de ensino centenário, se iniciam no final do ano letivo.




Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.