Condições de escola da Ribeira Grande motivam visita de deputados e reunião com pais

Condições de escola da Ribeira Grande motivam visita de deputados e reunião com pais

 

Lusa/AO online   Regional   9 de Fev de 2018, 16:03

As condições e a lotação da Escola Secundária da Ribeira Grande foram, esta sexta-feira, o tema de uma reunião do governo açoriano com os pais dos alunos e de uma visita do Bloco de Esquerda (BE).

Ao mesmo tempo que o secretário regional da Educação e Cultura, Avelino Meneses, se reunia com representantes da associação de pais e encarregados de educação da escola, o deputado bloquista António Lima encontrava-se com a direção da escola da Ribeira Grande, sendo que o PSD tem também já programada uma visita ao espaço na próxima semana.

Em causa está uma alegada falta de condições do atual edifício, incluindo uma sobrelotação da escola, com Avelino Meneses a garantir aos jornalistas, no final de uma reunião "longa e proveitosa" com os pais, que não serão recuperados os blocos da Escola Básica Integrada Gaspar Frutuoso, que dista 300 metros da escola secundária - por "razões de segurança" e por existir uma ribeira entre as duas escolas, essa obra não irá por diante.

O titular da pasta da Educação do executivo açoriano assegurou que se procuram neste momento "alternativas" para reconhecidos constrangimentos na secundária, nomeadamente ao nível da organização de espaços de aula.

"Não falarei sobre qualquer processo de ampliação, que, a verificar-se, seria necessariamente moroso, porque estamos apostados em encontrar alternativas [neste momento] em fase embrionária", vincou o governante.

De visita à escola, na ilha de São Miguel, o deputado António Lima, do BE, lembrou ainda as coberturas de amianto, "um problema que há muito devia ter sido resolvido", com o Governo Regional a "não poder adiar esta situação sob pena" de se viver uma questão de saúde pública.

"A escola, e não é uma situação nova e desconhecida, tem graves problemas de sobrelotação" também, prosseguiu o bloquista, dizendo que há "cerca de 1.400 alunos" num espaço desenhado para um máximo de 800.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.