Arquipélago - Centro de Artes Contemporâneas acolhe projeto "Música na Infância"

Arquipélago - Centro de Artes Contemporâneas acolhe projeto "Música na Infância"

 

Ana Carvalho Melo   Cultura e Social   2 de Nov de 2017, 17:06

O Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas acolhe, a 4 e 11 de novembro, a iniciativa "Música na Infância", um projeto de formação prática que assenta na experimentação e aquisição de vocabulário musical, dramático e corporal.

De acordo com nota do GACS, esta atividade, direcionada para educadores e auxiliares de educação infantil visa dotar os participantes de ferramentas e competências artísticas para desenvolver em contexto de sala de aula.



A 24 de novembro, o Arquipélago recebe as comemorações do Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres, que incluem o debate em grupo de temáticas que constituem as grandes linhas para a definição de novas estratégias.



O Centro de Artes Contemporâneas continua, até junho de 2018, a promover uma iniciativa do Serviço Educativo que decorre no último domingo de cada mês.



Em novembro, a atividade intitula-se "O Meu Percurso" e destina-se a famílias, decorrendo no dia 26, pelas 15h00.



Por outro lado, na Biblioteca Pública e Arquivo Regional João José da Graça, na Horta, continua patente a exposição "Prazer do Espírito e do Olhar – projeto expositivo de itinerância da coleção Arquipélago", que integra uma seleção de nove obras.



No âmbito desta exposição, o Serviço Educativo promove duas atividades, que decorrerão naquela Biblioteca.



As atividades "Jardim de Sombras", com base na obra “Palmeiras e suas sombras no mesmo momento e data, em vários lugares do mundo, na mesma página”, de Inês Botelho, e "Estar ou não Estar", baseada na obra da série "Flora V", de Luísa Jacinto, decorrem durante todo o mês de novembro para escolas e grupos, das 10h00 às 12h00 ou das 14h00 às 16h00, mediante marcação prévia.



A iniciativa "Estar ou não Estar" terá uma sessão especialmente dedicada a famílias, a 18 de novembro, às 15h00.



No Arquipélago, encontra-se patente a exposição "O Risível Enigma da Vida Normal", com curadoria de Mark Durden e David Campbell, que apresenta as múltiplas formas da comédia através da arte contemporânea.



Com base nesta exposição, o Serviço Educativo promove a atividade "#Estranho", baseada na obra "Other People’s Photographs", de Maurice Doherty.



Esta atividade decorre, para famílias, no dia 18 novembro, às 15h00, e estará disponível até 31 de dezembro, das 10h00 às 18h00, para escolas e grupos, mediante marcação prévia.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.